23/03/2020 - 21:59 - *Gabriela Fogaça/Governo do Tocantins

Detran-TO e CFCs decidem pela suspensão de aulas teóricas e práticas

Reunião com clínicas e CFCs credenciados Reunião com clínicas e CFCs credenciados - Félix Carneiro

O Departamento de Trânsito do Tocantins (Detran-TO) reuniu-se nesta segunda-feira, 23, com as empresas credenciadas que prestam serviço à população junto ao Detran-TO: Centros de Formação de Condutores (CFCs), o Sindicato dos CFCs e as Clínicas credenciadas. A pauta da reunião foi a Deliberação 185 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), publicada no Diário Oficial da União do dia 20 de março de 2020, com medidas preventivas acerca da pandemia coronavírus e ainda os decretos emergenciais do Governo do Estado para conter a crise da Covid-19.

Durante a reunião, ficou decidido que todos os serviços prestados pelos estabelecimentos credenciados reunidos neste momento estão paralisados por tempo indeterminado. A medida segue as determinações dos decretos emergenciais do Governo do Estado e das prefeituras para que seja evitado o contato físico, compartilhamentos de objetos e aglomerações. Isso significa que as aulas teóricas e práticas ministradas pelos CFCs e as consultas nas clínicas credenciadas não serão realizadas até que sejam revogados os decretos emergenciais.

O presidente do Detran-TO, Claudio Alex Vieira, enfatiza que o Detran-TO procura prestar os serviços que a comunidade precisa seguindo as regras de segurança que a situação de pandemia impõe. “Estas medidas de prevenção visam proteger, a população, os funcionários do Detran e ainda as pessoas que trabalham nas empresas credenciadas”, destaca.

Cláudio Alex ressalta também que a paralisação dos serviços dessas empresas  vai impactar na vida de centenas de pessoas, pessoas que tentam obter a habilitação, empresários e os trabalhadores que atuam nestas empresas direta ou indiretamente.  Assim, Alex disse que buscaria dentro do Governo uma possibilidade de ajuda para aliviar estas empresas no período desta pandemia. “Neste período de instabilidade financeira é importante que as empresas recebam um apoio e por isso buscar alguma possibilidade de ajudar estas empresas a atravessarem esta crise”, finalizou Claudio Alex.

O presidente do sindicato dos CFCs no Tocantins (Sinprocfc-TO), Marcio Rodrigues, afirmou que a reunião foi importante e produtiva “foi um momento de nos fazer ser ouvidos nesse momento de crise de saúde e que se caminha para uma calamidade financeira também”, disse Márcio.

O Detran-TO ressalta que todas as medidas tomadas são necessárias e reforça o pedido de que todos permaneçam em casa e só procurem o órgão em caso de extrema necessidade.