21/03/2018 - 10:47 - (Maria Letícia Ferreira e Luís Henrique Machado/Governo do Tocantins)

Programa Trânsito Jovem forma multiplicadores

Capacitação Programa Trânsito Jovem Capacitação Programa Trânsito Jovem - Felix Carneiro/Governo do Tocantins
Capacitação Programa Trânsito Jovem Capacitação Programa Trânsito Jovem - Felix Carneiro/Governo do Tocantins
Capacitação Programa Trânsito Jovem Capacitação Programa Trânsito Jovem - Felix Carneiro/Governo do Tocantins

Representantes de 14 Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans) participam nesta quarta-feira, 21, no Colégio Estadual Tiradentes, em Palmas, de treinamento para formação de multiplicadores do Programa Trânsito Jovem, desenvolvido pelo Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran/TO).

Um Termo de Cooperação Técnica firmado entre o órgão de trânsito e a Secretária de Estado da Educação (Seduc/TO) permite, por meio de uma plataforma tecnológica, uma maior adesão aos conteúdos do programa. “Com a tecnologia ao nosso favor será possível ampliar este programa. Nossa meta é chegar aos 139 municípios do Estado. A hora de começar a ensinar é agora”, destacou Hádylla da Costa Bezerra, gerente de Educação para o Trânsito.

Inicialmente, o Programa Trânsito Jovem deve contemplar cerca de 15 mil estudantes do 6° ao 9° ano, em 29 municípios do Tocantins. O conteúdo será aplicado aos alunos durante todo o ano letivo. Dados revelam que as principais vítimas do trânsito são jovens entre 15 e 34 anos.

Temes Tereza Ribeiro, pedagoga e representante da Ciretran de Augustinópolis, elogiou a iniciativa. “Trabalhando a educação para o trânsito dentro das escolas, nós temos a oportunidade de formar pessoas mais conscientes, temos a oportunidade de repassar valores. O trânsito hoje está muito violento. Nós precisamos mudar este quadro”, comentou.

Programa Trânsito Jovem

A criação do Programa Trânsito Jovem ocorreu em 2016, e desde então, tem nos professores e técnicos do Detran e Seduc, peças fundamentais na execução das disciplinas, pois são eles, com seus métodos e os manuais, que ajudam cada aluno na compreensão da conjuntura relacionada ao trânsito.

A capital do Tocantins recebeu o programa pela primeira vez no ano passado, alcançando mais de 600 estudantes.