Geral 08/06/2017 - 15:30 - Ascom Detran/Governo do Tocantins

Audiência pública em Itacajá discute melhorias no trânsito do município

Audiência Pública em Itacajá para discutir a Municipalização do Trânsito da cidade Audiência Pública em Itacajá para discutir a Municipalização do Trânsito da cidade - Ciretran Itacajá

O Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran/TO) participou de uma audiência pública no município de Itacajá, para discutir a importância e os trâmites necessários à Municipalização do Trânsito da cidade, bem como, fez uma análise na Engenharia de Tráfego no perímetro urbano. O evento aconteceu na Câmara de Vereadores.

O evento contou com a presença de cerca de 40 pessoas, dentre elas os vereadores Adão Coelho da Cruz, Betânia Guedes Maciel, Carlos Alberto Coelho da Costa, Clodoaldo Pereira do Nascimento, Luiz Lopes dos Santos, Osório Pinheiro Filho, Rinaldo Castro Soares e Júlio César de Lucena, alem da secretária de Turismo de Itacajá, Sedivan dos Santos, representando o prefeito municipal, Cleoman Correia Costa.  

Na ocasião, o Detran foi representado pelo gerente de Postos de Atendimento e Ciretrans e conselheiro membro do Conselho Estadual de Trânsito (Cetran), Manoel Messias; o Arquiteto e Urbanista, responsável pela Gerência de Engenharia de Tráfego do órgão, Carlos de Roure e o Engenheiro Civil do Detran, Oscar Caetano.

Durante a audiência, os técnicos fizeram uma contextualização do que, de fato, é o trânsito e quais seriam as obrigações do município, após a integração ao Sistema Nacional de Trânsito (SNT). As discussões foram do passo a passo, incluindo a minuta de lei que deve ser aprovada pelos vereadores, até a estrutura física que a Prefeitura deve providenciar para que seja instalada a sede do órgão municipal de Trânsito, podendo ser um departamento ou uma coordenação, que cuidará da Sinalização Viária, Educação para o Trânsito e Fiscalização. Posteriormente, a demanda será repassada à Prefeitura de Itacajá.

O gerente Manoel Messias avaliou como positiva a participação dos vereadores e da comunidade, haja vista, que mais um município está buscando orientações para integrar ao Sistema Nacional de Trânsito. “Não só o Cetran, mas também o Detran do Tocantins tem a preocupação para que os municípios se estruturem. No próprio Código de Trânsito Brasileiro (CTB) consta que um trânsito seguro é um direito de todos e obrigação dos órgãos que compõe o SNT. Dessa forma, se temos mais um município integrado, temos mais segurança para os pedestres e condutores de modo geral, disse”.

 

Compartilhe esta notícia