Geral 07/04/2017 - 11:09 - Umbelina Costa/Governo do Tocantins

Gerência de Fiscalização e Segurança do Detran faz balanço das operações realizadas em 2016 até março de 2017

Operação Escola na Faixa Operação Escola na Faixa - Felix Carneiro/Governo do Tocantins

A Gerência de Fiscalização e Segurança do Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran/TO) vem desenvolvendo estratégias inteligentes para orientar os atores do trânsito sobre como proceder para se ter prudência e paz no trânsito, e também combater índices de acidentes com vítimas e sem vítimas, mas que, de alguma forma, deixam marcas.

Atuando na fiscalização do cumprimento da legislação de trânsito, bem como com a segurança em vários âmbitos, sejam eles, empresas credenciadas junto ao Detran - Centros de Formação de Condutores (CFCs), Clínicas Médicas e Psicológicas e Despachantes; fiscalização de trânsito e blitz educativa em vias urbanas; projeto de educação no trânsito; operações especiais; e vistorias no transporte escolar, os técnicos da gerência cumprem missões árduas, diariamente.

A operação Escola na Faixa é uma das ações interessantes que a gerência vem desenvolvendo junto à comunidade escolar de várias cidades tocantinenses. O intuito é ampliar a segurança em áreas de grande risco, como são as proximidades de escolas municipais, estaduais e particulares onde estudam um grande número de crianças e adolescentes.

O trabalho desenvolvido vem como forma de conscientização e mudança de postura por parte dos alunos e de condutores, na sociedade. Em 2016 foram realizadas 59 operações Escola na Faixa, em Palmas e no interior. Em 2017, 14 ações já foram empreendidas.

Referindo-se às blitzen, 146 ações como estas foram feitas em 2016, e de janeiro a março de 2017. Operações especiais ligadas a eventos específicos, também foram realizadas pela Gerência de Fiscalização e Segurança, como por exemplo, no período de Carnaval, um total de 24 operações entre o ano passado e esse ano. Dez operações conjuntas com a Gerência de Educação para o Trânsito também foram realizadas, um total de 10, de 2016 até março de 2017.

Os técnicos da gerência fiscalizaram a prestação de serviços de 101 empresas credenciadas no Detran, entre CFCs, Clínicas e Despachantes, no período que compreende todo o ano de 2016 até março desse ano. Da mesma forma foram as vistorias dos transportes escolares públicos e privados. Um total de 1.077 só em 2016 e 792, de janeiro a março de 2017.

Infrações

De acordo com um especialista em Segurança no Trânsito, as multas têm função educativa. Os condutores é que são os responsáveis pela “fábrica de infrações”, por não respeitarem o que determina a legislação de trânsito – Código de Trânsito Brasileiro (CTB), Lei 9.503/97.

Visto isso, só em 2016, os agentes de trânsito do Detran Tocantins autuaram 12 mil 177 condutores. Destes, 5 mil 977 foram em Palmas; 4 mil 986, em Araguaína e 1.214, em Guaraí, localidades onde tem os Pólos de Fiscalização do órgão. Nos primeiros três meses desse ano, os agentes já autuaram 2.352 condutores em Palmas; 878, em Araguaína e 513, em Guaraí. Um total de 3 mil 743 autos de infrações emitidos.

Em 2016, os agentes também removeram 2.099 veículos para os pátios do Detran, em Palmas e Porto Nacional. Só na capital foram 1.896 veículos, entre carros e motos, e em Porto Nacional, 203. Em 2017, 186 veículos já foram removidos para os pátios das mesmas cidades.

Um trânsito mais seguro depende do comportamento mais perspicaz não apenas do condutor de veículo, mas também do pedestre e do ciclista. Um dos maiores objetivos do Detran é educar, e não, punir. Que haja respeito no trânsito, um direito de todos.

 

 

 

Compartilhe esta notícia