Geral 11/04/2017 - 16:04 - Fabiana Nogueira/Governo do Tocantins

Detran orienta condutores para o feriado da Semana Santa

O Detran chama a atenção para os cuidados redobrados no início e fim de trajetos. O Detran chama a atenção para os cuidados redobrados no início e fim de trajetos. - Felix Carneiro/Governo do Tocantins

O feriado da Semana Santa se aproxima. Desta forma, o Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran-TO), preocupado com a segurança no trânsito, orienta os condutores sobre cuidados básicos ao pegarem as estradas.

De acordo com o gerente de Fiscalização e Segurança do Detran, capitão Geraldo Magela, é importante lembrar que, antes de pegar a estrada, o condutor deve: “Planejar a sua viagem, observando itinerário, condições adversas da pista, do tempo e realizar a manutenção preventiva do veículo - nível de óleo, freios e pneus que ofereçam condições de segurança”, destacou o gerente.

O motorista deve observar, também, o vestuário, no intuito de evitar qualquer desconforto e ter cautela ao realizar as refeições, primando por aquelas mais leves. Para Geraldo Magela, o condutor deve estar consciente de sua responsabilidade. “É preciso se comportar com atenção e prudência, ser um condutor defensivo”, afirmou.

O uso do farol baixo durante o dia já é obrigatório em rodovias sinalizadas, de acordo com a Lei Federal 13.290/2016. Em caso de chuva ou neblina os faróis devem permacer ligados e a velocidade reduzida. Uma conduta preventiva dentro dos princípios de ver e ser visto é essencial.  Recomenda-se ao condutor também, que não dirija com sono, cansado e jamais após ter ingerido bebida alcoólica.

O Detran chama a atenção para os cuidados redobrados no início e fim de trajetos, bem como para as altas velocidades nas linhas retas. Segundo o gerente de Fiscalização, ao passar próximo às cidades e perímetros urbanos, “o condutor deve redobrar os cuidados e reduzir a velocidade”, afirmou.

Para a segurança das crianças, deve-se sempre utilizar o dispositivo de retenção adequado, de acordo com a faixa etária, no banco de trás do veículo: bebê conforto, cadeirinha e assento de elevação.

O uso do cinto de segurança é obrigatório para todos os que ocupam o veículo, uma vez que uma das principais causas de morte em acidentes é o lançamento de seus ocupantes para fora do veículo. O uso do cinto no banco traseiro é tão importante e obrigatório quanto no banco dianteiro.

Para o melhor uso deste dispositivo de segurança é importante observar se o cinto não está torcido e eliminar a folga excessiva, garantindo maior conforto. As mulheres grávidas também devem utilizar o cinto de segurança, de preferência o de três pontos, com a parte horizontal por baixo do ventre.

Seguindo estas orientações e sendo um condutor defensivo, a viagem será muito mais tranquila e segura. O Detran acredita que estes cuidados vão colaborar para a redução do número de acidentes no trânsito.

Compartilhe esta notícia