Geral 16/10/2017 - 20:01 - (Umbelina Costa/Governo do Tocantins)

Detran/TO forma 6ª turma de Agentes de Trânsito do Estado em Porto Nacional

Cel Eudilon Donizete entregando diploma a aluna do curso de Agente de Trânsito em Porto Nacional Cel Eudilon Donizete entregando diploma a aluna do curso de Agente de Trânsito em Porto Nacional - Felix Carneiro/Governo do Tocantins
DSC_3645.JPG DSC_3645.JPG -
DSC_3633.JPG DSC_3633.JPG -
DSC_3714.JPG DSC_3714.JPG -
DSC_3586.JPG DSC_3586.JPG -
DSC_3577.JPG DSC_3577.JPG -
DSC_3573.JPG DSC_3573.JPG -
DSC_3568.JPG DSC_3568.JPG -
DSC_3561.JPG DSC_3561.JPG -
DSC_3551.JPG DSC_3551.JPG -

Considerando uma preocupação constante com a preservação de vidas, através do respeito às leis de trânsito que o Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran/TO) através da Gerência de Fiscalização e Segurança formou nessa segunda-feira, 16, a 6ª turma de Agentes de Trânsito do Estado. Um total de 42 alunos, sendo 21 do Detran, 17 da Guarda Municipal e 4, do 5º Batalhão da Polícia Militar do município participaram da solenidade que aconteceu no Centro de Convenções Vicente de Paula Oliveira, em Porto Nacional.

O curso, que teve duração de 21 dias é fundamentado na nova Portaria 94/2017, do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) que regulamenta, no país, o Curso de Agente de Trânsito. Anteriormente não havia formação obrigatória. Este é o primeiro curso já na formatação da portaria que só passa a vigorar em 2018.

A carga horária foi de 200 horas/aula teóricas e práticas que foram divididas nas disciplinas de Legislação de Trânsito; Direção Defensiva; Fiscalização de Credenciados e de Veículos de Transporte Especializado; Psicologia do Trânsito; Relacionamento Interpessoal; Educação para o Trânsito; Operações e Fiscalização de Trânsito; Noções de Engenharia de Trânsito; Noções de Primeiros Socorros; Atendimento de Ocorrência de Acidente de Trânsito; Gestão de Trânsito; e Fiscalização de Trânsito Teórica e Prática.

Para a aluna Elza Armondes o curso de Agente de Trânsito serviu pra adquirir mais conhecimento teórico e prático, principalmente porque existe uma legislação de trânsito vigente em que os profissionais atuam diariamente. “Nossa função é respeitosa e de muita responsabilidade. Temos o papel importante de preservar vidas”, ressaltou.

A formação objetivou proporcionar conhecimento teórico e prático aos Agentes de Trânsito, para que tenham as condições necessárias de realizar um trabalho de forma segura, pautada nos conhecimentos adquiridos. Durante a solenidade foi apresentado um vídeo do curso mostrando cada momento das aulas práticas e a vivência dos alunos.

De acordo com o coordenador e autoridade municipal de Trânsito, Domingos José da Costa, no período entre 1º de janeiro a 26 de setembro desse ano, 750 pessoas foram vítimas de acidentes de trânsito, com lesões médias e graves, em Porto Nacional. Outras 18 foram vítimas fatais, conforme levantamento feito no Sistema de Informação de Agravos de Notificação Compulsória (Sinan) e no Sistema de Informação de Mortalidade (SIM), sistemas de dados do Governo Federal que controlam a quantidade de vítimas de acidentes de trânsito no país.

“O trânsito é uma epidemia que mata. No Brasil, em média, morrem 50 mil pessoas por ano. Nós entendemos que o trabalho do Agente de Trânsito é nobre. O Detran vem investindo não só na Fiscalização e Segurança mas na Educação para o Trânsito que é o nosso carro-chefe, e temos tido um resultado salutar”, disse o presidente do Detran, coronel Eudilon Donizete, ressaltando o trabalho sério de conscientização dos condutores que está sendo feito pela Associação Nacional dos Detrans (AND), em todo o país, através da campanha “Nós Somos o Trânsito”.

Para o vice-prefeito de Porto Nacional, Ronivon Maciel, ser agente de trânsito traz o sentimento de cuidar de pessoas. “Através do trânsito nós podemos criar mais saúde e educação. Nossa cidade se sente honrada e feliz com a chegada desses profissionais, agora capacitados, para reorganizar o trânsito”, disse.

“Formamos mais uma turma de Agentes de Trânsito no Estado do Tocantins. Valorosos profissionais que absorveram uma gama de conhecimentos relacionados ao trânsito. Noções essas que são de suma importância para o desempenhar das atividades, uma vez que estamos diante de um cenário que é uma verdadeira epidemia. Excessos que precisam ser enfrentados, diante de altíssimos índices de acidentes de trânsito com vítimas”, destacou o gerente de Fiscalização e Segurança do Detran, capitão Geraldo Magela.

Fiscalização e Segurança

O Detran já realizou cursos de formação de Agentes de Trânsito em Araguaína, Gurupi, Palmas e Araguatins. Adquiriu novas viaturas, incluindo camionetas e pálios para a capital e pro interior. Implantou Pólos de Fiscalização nos municípios de Araguaína, Guaraí e Araguatins. Adquiriu fardamentos completos para os Agentes de Trânsito. Realizou cursos de Atualização em Legislação de Trânsito em Araguaína, Gurupi, Palmas e Guaraí. Proporcionou curso de Vistoria de Veículos para os Agentes de Trânsito, em Goiânia e Curso de Identificação de Veículos em Gurupi e Guaraí feito pela Polícia Militar. Adquiriu cones, super cones, balizas, bastões luminosos, lanternas, capas de chuva e coletes refletivos; e ainda fez convênio com a Polícia Rodoviária Federal para a realização de outras ações importantes.

Estão em processo de aquisição mais três viaturas, coletes balísticos, dez motocicletas, sete etilômetros, luximentros, mais cones e outros materiais.

O Estado do Tocantins, em especial, as cidades que possuem os Pólos de Fiscalização estão vivendo uma nova era na organização do trânsito e na educação para o trânsito, que são promovidas pelos Agentes de Trânsito do Detran. O pólo de fiscalização de Gurupi está em processo de implantação.

 

Compartilhe esta notícia