Geral 14/11/2017 - 19:10 - (Umbelina Costa/Governo do Tocantins) 

Detran encerra Programa Trânsito Jovem em Palmas; 623 alunos foram formados na capital

Presidente do Detran entrega Certificado de Conclusão de Curso para aluna do 6º ano Presidente do Detran entrega Certificado de Conclusão de Curso para aluna do 6º ano - Felix Carneiro/Governo do Tocantins
DSC_4709.JPG DSC_4709.JPG -
DSC_4675.JPG DSC_4675.JPG -
DSC_4684.JPG DSC_4684.JPG -
DSC_4630.JPG DSC_4630.JPG -
DSC_4627.JPG DSC_4627.JPG -
DSC_4623.JPG DSC_4623.JPG -
DSC_4608.JPG DSC_4608.JPG -
DSC_4597.JPG DSC_4597.JPG -
DSC_4540.JPG DSC_4540.JPG -
DSC_4594.JPG DSC_4594.JPG -
DSC_4586.JPG DSC_4586.JPG -
DSC_4565.JPG DSC_4565.JPG -

Em uma solenidade que contou com cerca de 700 pessoas incluindo 623 alunos do 6° ao 9° ano, da unidade 1 do Colégio Militar de Palmas, pais, equipe pedagógica e militares, que o Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran/TO), através da Gerência de Educação para o Trânsito encerrou o Programa Trânsito Jovem na capital. Quase quatro mil alunos já foram formados pelo programa, que se afirma como uma importante política pública do Governo do Estado, no combate à violência no trânsito, e a formação de agentes multiplicadores através de ações educativas. Para 2018 novas parcerias serão firmadas, a fim de que o programa alcance outros novos futuros condutores. O evento aconteceu no auditório do Quartel do Comando Geral da Polícia Militar (QCG), na noite dessa segunda-feira, 13.

Na abertura do evento, a aluna Maria Eduarda Moraes, do 6º ano, leu uma redação de sua autoria com o tema Educação para o Trânsito. Houve também uma apresentação musical com o coral dos alunos do Colégio da Polícia Militar, unidade I, sob a regência do maestro tenente Alves.

A governadora em exercício, Cláudia Lélis, que prestigiou o evento, disse que o “projeto reforça o compromisso do Governo do Tocantins com a segurança no trânsito, preparando os alunos para tornarem-se condutores conscientes e multiplicadores do conhecimento essencial para a segurança no trânsito em nossas cidades", afirmou.

A formatação do Programa Trânsito Jovem tem os seguintes conteúdos: O Comportamento do Pedestre no Trânsito; O Condutor do Veículo Automotor; Direção Defensiva; Legislação de Trânsito; Convívio Social e Meio Ambiente; Primeiros Socorros; Noções de Veículos; e Sinalização.

O presidente do Detran/TO, coronel Eudilon Donizete Pereira, chamou a atenção para as estatísticas nacionais de acidentes de trânsito. Só em 2015 foram cerca de 40 mil óbitos por conseqüência de acidentes de trânsito. Também em 2015, em todo o país, quinhentas mil pessoas sofreram lesões graves ocasionadas pelo mesmo motivo.

“É preciso que haja respeito entre as pessoas, para que essa realidade mude. O Governo do Tocantins tem investido em Educação para o Trânsito, porque entende que a educação muda toda e qualquer realidade, inclusive no trânsito. As leis de trânsito devem ser cumpridas. É necessário que haja uma mudança de comportamento dos condutores”, disse o presidente do Detran.  

A Gerência de Educação para o Trânsito do Detran, sob o comando da gerente Hádylla da Costa tem desenvolvido um sólido e ímpar trabalho de conscientização junto à comunidade escolar em todo o Estado, com o propósito de priorizar a vida. A equipe de educadoras, formada pelas pedagogas Áurea Rezende, Eurides Ribeiro e Tereza Gorete, de Palmas, além da Selma Regina, de Combinado, e de Temes Teresa, de Augustinópolis, ministrou aulas e organizou palestras durante a aplicação do Programa nos municípios tocantinenses.

Trânsito Jovem

Os conteúdos do Programa são voltados para a prevenção de acidentes de trânsito, e transmitidos por meio de palestras e apresentações teatrais a alunos de escolas estaduais e municipais do Estado. Mais de dez mil Manuais Escolares de Trânsito foram distribuídos nas unidades de ensino. 

O Programa traz conhecimentos específicos sobre o trânsito, onde os alunos aprendem a respeitar a legislação vigente e a refletir sobre a importância da incorporação de valores e habilidades que possam ajudá-los a adquirir comportamentos preventivos e defensivos nas vias públicas.

O Programa possibilita, também, alcançar crianças e adolescentes que estão em desenvolvimento, que é nesta etapa da vida que podem ser estimulados ao cultivo de atitudes de cidadania e responsabilidade social. O que garante uma prática cotidiana de um transitar mais consciente e pacífico, resultando na redução de acidentes envolvendo crianças e jovens do nosso Estado.

Compartilhe esta notícia